O que vão pensar de mim?

Meu amor parece ser tão rotativo quanto o número de namorados que eu já tive, não é mesmo? Parece que sou uma qualquer que se apaixona pelo primeiro que cruza a esquina e já me entrego assim, inteira, crua, nua, de cara.

Fico pensando na cara do meu ex toda vez que eu tenho alguém novo. “Coitada! Depois de mim, fica por aí pulando de galho em galho. Parece que ninguém quer!” Se eu fechar meus olhos, consigo até ouvir a voz cínica dele dizendo isso.

É. Eu devo ser uma errante no amor mesmo. Sortudo é o meu ex que está com a mesma namorada há 6 anos. 6 anos de muito amor e sorrisos e abraços. Pelo menos é isso o que as fotos do Instagram dele mostram. Mas eu mesma sei da sua verdade!

De todas as vezes que nos encontramos escondidos no meio dessas madrugadas e você me contava o quão merda é o seu relacionamento e como você me desejava inteira de novo. De todas as vezes que você me pediu conselhos ou usou dos meus ouvidos pra desabafar tudo aquilo que suas redes sociais escondiam.

Sinto pena de você ter se transformado nesse homem que prefere o conforto de um namoro meio merda do que a adrenalina da busca de uma felicidade genuína. Você represou seu amor como um poço de água. Mas agora essa água mal dá pra beber, e tudo o que você tem hoje é seu medo de se lançar no rio e viver de novo.

Portanto, meu querido, conserto que a sortuda dessa história toda sou eu! Mulher crescida, sem medo de amar e sem vontade nenhuma de descansar meu corpo onde não tem amor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: